Buscar: Em:
Campeonato Brasileiro de Motocross - Neste final de semana em Morrinhos (GO)
 

  Carlos Campano
Danyllo Proto  
14/09/2018

A temporada 2018 do Brasileiro de Motocross entra na reta final neste fim de semana, 15 e 16, em Morrinhos, Goiás.

Com transmissão ao vivo no Facebook da Yamaha do Brasil - as provas principais acontecem domingo, 16, a partir das 11h20.

Carlos Campano é o líder da categoria MX1, a principal classe, com motos de 450cc. São 5 pontos de vantagem sobre o português Paulo Alberto (que também compete de Yamaha) em uma disputa muito acirrada.

Na mesma categoria, Jean Ramos está na quarta colocação do campeonato e busca sua primeira vitória no Brasileiro de Motocross 2018. Recuperado, mostra melhor desempenho a cada corrida que participa desde a retomada do campeonato após a parada da Copa do Mundo FIFA.

Fabio Santos tem mostrado ótimo desempenho, mas por vezes sofrido com infortúnios na categoria MX2 (motos de 250cc). Perdeu a liderança do campeonato para Pepê Bueno (que também compete de Yamaha) na rodada passada, e agora espera recuperar a dianteira, que está a 11 pontos.

Tallys Nathan ganhou 4 das 5 corridas realizadas neste ano na categoria MX2-Junior (motos de 250cc e pilotos com idade até 18 anos). É líder absoluto com 29 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, Bruno Schmitz.


Elite MX

O Brasileiro de Motocross 2018 inaugurou a categoria Elite MX, que une os melhores da 250 e os melhores da 450.

Carlos Campano está na terceira colocação, a 13 pontos do líder, enquanto Jean Ramos é o quarto colocado, 31 pontos atrás do líder Paulo Alberto. Fabio Santos é o melhor ranqueado com moto 250cc, na nona colocação, mesmo não tendo finalizado a quinta rodada.


Campeão brasileiro na MX1 em 2016, Jetro Salazar está de olho em mais títulos. O equatoriano ocupa a vice-liderança da categoria MX Elite, a dois pontos do português Paulo Alberto, e é o terceiro colocado da MX1 (a 15 pontos do líder, o espanhol Carlos Campano). Salazar acelera a motocicleta Honda CRF 450R.

“O meu foco nesta e nas etapas finais é a vitória. Conseguir o melhor desempenho é muito importante para continuar na briga pelos títulos”, disse o piloto. Para ele, iniciar as corridas de forma consistente é uma das estratégias. “A largada é a hora em que é possível ultrapassar a maior quantidade de pilotos, por isso é um momento tão importante na corrida”, acrescentou Salazar.

Pela MX2, a catarinense Lucas Dunka quer repetir o resultado obtido na etapa anterior, disputada em Extrema (MG), onde conquistou a primeira vitória da carreira na categoria. “Eu me dediquei muito para conseguir a vitória. Vi que trabalhar duro compensa e agora quero voltar a vencer para entrar de vez na briga pelo título - e quem sabe, sair com o troféu de campeão no final da temporada.”

Dunka é o terceiro colocado da categoria MX2 com a motocicleta Honda CRF 250R. A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.

Confira abaixo a expectativa dos pilotos.

 


Classificação após 5 etapas


MX1
1. Carlos Campano / 197 pontos
2. Paulo Alberto / 192 pontos
3. Jetro Salazar / 182 pontos
4. Jean Ramos / 154 pontos
5. Hector Assunção / 150 pontos

MX2
1. Pepê Bueno / 180 pontos
2. Fabio Santos / 169 pontos
3. Lucas Dunka / 163 pontos
4. Gustavo Pessoa / 137 pontos
5. João Ribeiro / 131 pontos

Elite MX
1. Paulo Alberto / 93 pontos
2. Jetro Salazar / 91 pontos
3. Carlos Campano / 80 pontos
4. Jean Ramos / 62 pontos
4. Hector Assunção / 55 pontos

MX2-Junior
1. Tallys Nathan / 120 pontos
2. Bruno Schmitz / 91 pontos
3. João Lino / 80 pontos
4. Vanderlei Junior / 75 pontos
5. João Xavier / 74 pontos


Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *