Buscar: Em:
Enduro da Independência - Grecco é campeão
 

  Jomar Grecco
Leo Corrosivo  
09/09/2018

A conquista é inédita. Jomar Grecco se tornou hoje, em Lambari/MG o primeiro piloto a conquistar cinco títulos na principal categoria do enduro da Independência, prova mais antiga e tradicional do Enduro de Regularidade brasileiro. São cinco vitórias, sendo quatro consecutivas. Ele venceu as edições de 2013, 2015, 2016, 2017 e 2018. A deste ano foi considerada uma das mais difíceis de toda a história do Independência.


Foram quatro dias de muitas disputas, o piloto da Yamaha O2BH América Racing entrou na 36ª edição empatado em número de títulos com os pilotos Dário Júlio e Guilherme Marchetti, com quatro conquistas para cada um. Grecco agora se isola como o maior vencedor da história. Ele teve que acelerar nos momentos certos e saber dosar o acelerador da sua Yamaha WR 450F quando foi preciso. Desta forma, venceu os quatro dias da competição e mostrou todo o domínio da Yamaha na prova.


“Deu tudo certo, graças a Deus, consegui a vencer, estou feliz demais com esse resultado. A emoção é como da primeira vitória. Conquistar esse feito é fantástico. A equipe toda está de parabéns, agradeço a todos, não mediram esforços para que a gente conquistasse mais esse título. O título não é meu, o título é de todos nós, equipe, patrocinadores e todos torceram. Realizei o que vinha planejando há muitos anos. Quero agradecer em especial a Deus por cada livramento, e foram muitos nesses quatro dias, às vezes tive que arriscar, mas Deus esteve sempre nos protegendo”, comemorou o único pentacampeão do Enduro da Independência. Esse título corroa a temporada de Jomar, conquistou ainda o tricampeonato brasileiro.


Já para seu companheiro de equipe, Fábio Amaral, o Independência não aconteceu da forma que desejava. Após conquistar este ano o Ibitipoca Off Road e o Campeonato Brasileiro na Categoria Brasil (vencendo todas as etapas disputadas), ele queria se sagrar bicampeão na Brasil, mas enfrentou problemas no segundo dia do Independência, ficando sem chances de vitória. Ainda assim fez uma excelente prova de recuperação, e está garantido no pódio (o resultado oficial só sai depois das 20h) 


“Infelizmente as coisas não saíram como planejamos. A prova foi muito boa, com muitas trilhas, do jeito que eu gosto. Dava pra brigar pelo título, mas vamos ter que deixar pro ano que vem. Agradeço demais a toda a equipe, que fez um trabalho fantástico nesses quatro dias, aos patrocinadores e a todos que torcem sempre por nós. Apesar de tudo, fechamos a temporada com saldo extremamente positivo, levando a Yamaha TT-R 230 ao degrau mais alto do pódio no Campeonato Brasileiro e no Ibitipoca Off Road”, explicou o campeão brasileiro na Categoria Brasil.


O 36º Enduro da Independência teve cerca de 600 quilômetros de muitas trilhas. No primeiro dia foram 136 km em mais de seis horas de prova, nas trilhas de Lavras e Itumirim, com muitas pedras e alto nível técnico. No segundo dia os pilotos percorreram 182 km em 6h40, saindo de Lavras, passando por São Tomé das Letras e finalizando em Lambari, em um dia ainda mais difícil que o primeiro. O terceiro dia mudou o terreno, com os pilotos enfrentando também trechos lisos e em mata fechada, em 126 km e 5h30 de prova. O dia final da competição contou com 139 km que os pilotos percorreram em 5h27, nas trilhas altas da Serra da Mantiqueira.


A Equipe Yamaha O2BH América Racing tem patrocínio da Kenda Pneus, ASW, Yamalube, BR Parts, Dragon, Gaerne, Circuit, W-Tech, Stick´s, Durag, Solo, Exceed, MrPro, Academia do PIC e Alex Design. É uma equipe de competição do Grupo Orange, líder em vendas no Brasil com as bandeiras KTM, Yamaha e Kawasaki. Possui uma loja com mais de 4.000 itens em acessórios e equipamentos para prática motociclista on e off road, uso urbano e recreativo. Motos novas, seminovas e consórcio.


O experiente Dário Júlio foi absoluto na prova na categoria Brasil, com vitórias em todos os dias disputados. “Foram quatro dias perfeitos, sem qualquer erro ou problema nas trilhas. A prova foi ótima desde o início, com muita qualidade no roteiro e nas planilhas. Estou muito feliz com o desempenho. O Enduro da Independência é especial para mim, já que comecei no motociclismo sonhando em ser campeão desta prova”, contou. “A moto (Honda CRF 230F) foi perfeita. Conquistei os quatro títulos da categoria Master com esse mesmo modelo de motocicleta, além de outras conquistas importantes, como os quatro títulos brasileiros de enduro de regularidade (três na Master e um na Over 40). A Honda CRF 230F é minha grande parceira e foi ótimo estar novamente no Enduro da Independência com a motocicleta”, acrescentou.


A piloto do Team Rinaldi, Bárbara Neves, foi a grande destaque da edição 2018 do Enduro da Independência, ao ser a única mulher a completar o desafio, garantindo o título da categoria Feminina.  E esta não foi apenas sua estreia na competição, mas também a primeira vez que participou de uma prova de regularidade. “O Enduro da Independência é muito tradicional no cenário off road, cresci vendo meu pai participar e estou muito feliz por ter a oportunidade de encará-lo e ainda vencê-lo”, destaca a atual campeã Goiana de Cross-Country e Brasileira de Enduro FIM.

Fotos
Dário Julio  
Idário Café  
Bárbara Neves  
Idário Café  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *