Buscar: Em:
Copa EFX Brasil - Júlio Ferreira vence abertura
 

  Júlio Ferreira
Mauricio Arruda/Publix  
09/04/2018

Foi dada a largada para a Copa EFX Brasil 2018. As trilhas da Estância Turística de Ribeirão Pires (SP) foram o palco perfeito para um início de campeonato empolgante neste domingo (8). Na categoria Elite, a principal da competição, o mineiro Júlio Ferreira liderou a dobradinha da Honda Racing que contou com o também mineiro Gabriel Soares, o Tomate, na segunda colocação. Partindo do Complexo Ayrton Senna, na região central da cidade, os competidores percorreram três voltas por um trajeto de 33 quilômetros com três Enduro Testes e dois Controles de Horário. A primeira volta foi de reconhecimento, enquanto nas demais as especiais foram cronometradas.

Atual vice-campeão, Júlio começa o ano como um dos grandes favoritos do campeonato. \"Estou muito feliz por vencer a abertura da EFX e ver que todo o trabalho está valendo a pena. É um prazer também levar a Honda ao lugar mais alto do pódio que é onde todo mundo quer estar. A expectativa para o campeonato é a melhor: evoluir a cada prova e buscar novas vitórias\", disse o vencedor que completou a corrida com o tempo de 28 minutos e 46 segundos e também liderou a clasificação geral.

Tomate garantiu a segunda colocação completando o percurso com uma diferença de 21 segundos para o companheiro de equipe. \"Foi uma prova muito boa com especiais ótimas de mata, bem fechadas, gostei muito. Para mim é uma experiência nova, faz só um ano que estou no enduro. Me senti bem preparado e pilotando cada vez melhor na modalidade\", destacou o piloto que começou a carreira no motocross. \"Fiz uma prova conservadora, busquei o pódio e o Júlio conquistou a vitória. Estou feliz. Eu quero vencer, ele quer vencer, nosso objetivo é levar a Honda sempre ao melhor resultado possível e foi isso que conseguimos fazer hoje\", completou.

A Elite ainda teve o veterano Nielsen Bueno na terceira colocação em seu retorno à classe principal e Bruno Batista \"Batateiro\", piloto quatro vezes campeão da E4, no quarto lugar em sua estreia na categoria.   

Na E1 a vitória também foi da Honda Racing, com Nicolás Rodriguez dominando a categoria. \"Foi uma prova bem técnica. Acabei sendo um pouco conservador no começo para não cometer erros e perdi algum tempo. Depois consegui melhorar e alcançei a vitória na classe. Estou feliz em começar o campeonato com o pé direito\". O segundo colocado da categoria para motos 250cc foi Evaldo Nespoli e o terceiro Vitor Martins Menino.

O domínio na E2 foi de Murillo \"Caipirinha\" Silva que conseguiu ampla vantagem sobre o segundo colocado Rodolfo Ripamonti. \"O ano começou perfeito. A equipe Power Husky me deu uma oportunidade e vamos com tudo este ano. A prova foi boa, com muita canaleta, raiz, um circuito bem travado, do tipo que eu gosto. Deu tudo certo, consegui a vitória e vamos seguir no campeonato tentando manter a invencibilidade\", ressaltou o paulista que também foi o terceiro mais rápido na classificação geral.  

Atleta de Ribeirão Pires, Marcio Spaca Di Paolo usou o seu grande conhecimento das trilhas na região para faturar a vitória na E3 com quase dois minutos de vantagem sobre Leonardo Malagutti. Flávio Yatsugafu, Thyrso Aragão e Miguel Miranda ocuparam as posições seguintes no pódio.

Na E4 a disputa pelo título também promete ser bastante forte. Marcos Vinícius Souza, da equipe Honda Motofield, conquistou o primeiro lugar com sua CRF 230F superando rivais de peso como o segundo colocado Renan Bueno e o terceiro Fabrício Lasmar. \"A prova foi top, com muita mata fechada. O terreno estavam bem escorregadio, não é o que a gente está acostumado na minha região, mas dei o meu melhor e venci. Estou muito empolgado com esse ano, equipe nova, moto, tudo novo. Agora é focar nas próximas provas\", comentou Vinícius.  

A saída do bicampeão Nielsen Bueno abriu espaço para novos destaques na E35 e quem se deu bem foi Fernando Carvalho que liderou seguido de Luciano de Menezes e Igor Machado. Os veteranos também têm espaço na competição nas classes E45, vencida por Fabio Bizarria, e E50, onde Jefferson Colantonio foi o mais rápido.

Na EF, categoria feminina, a pentacampeã Janaína Souza assumiu o favoritismo vencendo com ampla vantagem sobre Tainá Aguiar. O pódio das meninas também contou com Tatiane Szczerepa, Aline Gorgulho e Patrícia Campos.

Entre os novatos da E5, E6 e E8 as vitórias foram de Luiz Fernando Martins, Ewerson Araújo e Fernando Pereira, respectivamente. A competição segue nesta temporada com duas classes voltadas aos pilotos que nunca competiram, a Trilheiros Importada, onde o destaque foi Valdemir da Silva Júnior, e a Trilheiros Nacional, que teve a liderança de Rodrigo Lima.

Na disputa por equipes, os pilotos Júlio Ferreira, Gabriel Soares e Nicolás Rodriguez levaram a Honda Racing Brasil ao primeiro lugar, seguida de Honda Motofield (Vinícius Souza, Vitor Martins Menino e Fernando Pereira) e Power Husky (Nielsen Bueno, Murillo Caipirinha e Thiago Gonçalves).

A equipe da Art Vídeo registrou os melhores momentos da corrida que teve transmissão ao vivo pelo perfil do Adrenatrilha Trail Club no Facebook. Os resultados foram divulgados em tempo real pelo sistema TotemNow. O público, que teve entrada franca no evento, também pôde acompanhar as manobras da equipe XMoto Show que fez apresentações de Wheeling durante o fim de semana. 

O organizador Fábio Simões ficou satisfeito com o evento. \"Foi uma prova perfeita, clima bom, segura e sem cancelamentos. Uma primeira etapa muito positiva. Ribeirão Pires é uma cidade que nos dá um grande apoio e recebe a EFX muito bem, de braços abertos. Tivemos 160 pilotos, muitos estreantes que já confirmaram presença no campeonato e a expectativa é manter o mesmo nível nas próximas etapas\". 

A segunda etapa da temporada 2018 será realizada no dia 6 de maio, em Arujá (SP).

Resultados


Geral
1. 1 Julio César Ferreira Eliziário 0:28:46.09 
2. 2 Gabriel Lucas Soares 0:29:08.01 
3. 5 Washington Pereira Silva 0:30:18.03 
4. 9 Nicolas Rodriguez Rodriguez 0:30:42.07 
5. 24 Marcos de Souza Oliveira 0:31:25.02 

Elite
1. 1 Julio César Ferreira Eliziário; 0:28:46.09 
2. 2 Gabriel Lucas Soares; 0:29:08.01 
3. 3 Nielsen Bueno; 0:31:25.04 
4. 4 Bruno Batista Martins; 0:31:32.08 

Enduro 1
1. 9 Nicolas Rodriguez Rodriguez; 0:30:42.07 
2. 7 Evaldo Tavares Nespoli; 0:32:33.09 
3. 6 Vitor Martins Menino; 0:32:43.08 
4. 10 Rodrigo Matavelli Pagano; 0:33:27.00 
5. 8 Gabriel Mattos; 0:36:39.06 

Enduro 2
1. 5 Washington Pereira Silva; 0:30:18.03 
2. 12 Rodolfo Ripamonti; 0:34:17.01 
3. 15 Andre Spaca Di Paolo; 0:35:02.00 
4. 14 Ithalo Guimarães Resende; 0:39:12.07 

Enduro 3
1. 18 Marcio Leandro Spaca Di Paolo; 0:33:59.08 
2. 20 Leonardo Matuno Malagutti; 0:35:53.07 
3. 21 Flavio Yatsugafu; 0:37:35.05 
4. 19 Thyrso Aragao; 0:37:55.06 
5. 22 Miguel L. Miranda; 0:37:57.04 

Enduro 4
1. 24 Marcos Vinícius de Souza Oliveira; 0:31:25.02 
2. 26 Renan Bueno da Silva Filho; 0:32:02.00 
3. 33 Fabrício Lasmar Silva; 0:32:13.08 
4. 28 Ravi Rodrigues Lopes; 0:33:02.01 
5. 25 Renato Hermann dos Santos; 0:33:20.01 

Over 35
1. 34 Fernando Teixeira de Carvalho; 0:32:48.01 
2. 41 Luciano de Menezes; 0:33:20.10 
3. 40 Igor Linhares Machado; 0:34:15.08 
4. 36 Marcio Tazzinazo Grandão; 0:34:50.03 
5. 35 Felipe Lima; 0:35:21.07 

Over 45
1. 45 Fabio Bizarria; 0:34:40.07 
2. 47 Julio Cesar Pereira; 0:35:55.05 
3. 46 Jonas Colantonio; 0:35:56.06 
4. 53 Evandro Bozetti; 0:36:54.07 
5. 48 Clodoaldo Shoji Uemura; 0:38:05.05 

Over 50
1. 60 Jefferson Colantonio; 0:36:22.06 
2. 62 Butu José Antonio Ramos Cadima; 0:38:07.07 
3. 61 Valvissir Aguilar; 0:41:23.08 

Enduro 5
1. 75 Luiz Fernando Urtado Martins; 0:35:28.00 
2. 65 Leo Kauffmann; 0:36:36.10 
3. 66 Vinicius Lopes Aguilar; 0:37:06.01 
4. 78 Thyago Barletta Azevedo; 0:38:02.03 
5. 69 Thales Uemura; 0:40:18.08 

Enduro 6
1. 84 Ewerson Lorenzi Araujo; 0:37:32.03 
2. 83 Rafael Pereira da Silva; 0:40:56.03 
3. 89 Alexandre de Paula Olivar; 0:41:40.07 
4. 87 Matheus Alves de Jesus; 0:42:25.04 
5. 92 Thiago dos Santos Claro; 0:44:35.01 

Enduro 8
1. 100 Fernando Alberto Pereira; 0:32:58.07 
2. 104 Otávio Oliveira Dias Cardoso; 0:35:10.03 
3. 108 Matheus Fellippe Batista Costa; 0:35:29.04 
4. 99 Pedro Martins Motta; 0:36:44.09 
5. 112 Rodrigo da Silva Estrella; 0:37:56.06 

Feminina
1. 121 Janaina Souza; 0:44:23.05 
2. 126 Tainá Aguiar; 0:54:16.05 
3. 122 Tatiane Szczerepa; 1:06:46.01 
4. 125 Aline Gorgulho; 1:18:16.02 

Trilheiros Importada
1. 131 Valdemir da Silva Junior; 0:38:37.02 
2. 129 Ronald Colantonio; 0:39:51.01 
3. 137 Francisco de Miranda Junior; 0:40:08.09 
4. 136 Marcel Brene; 0:43:55.08 
5. 141 Jonathan Ferrarezi Tavares; 0:49:28.01 

Trilheiros Nacional
1. 151 Rodrigo Netto Alves Lima; 0:41:07.08 
2. 154 Phellipi de Oliveira Marcon; 0:44:23.08 
3. 147 Vinicius Prado Fasciolo; 0:47:43.09 
4. 156 Diogo Chagas Lopes; 0:51:01.01 
5. 146 Hernane Felix Lourenço; 0:59:33.09 


Resultado por Equipes
1. Honda Racing 1:28:37.08
1 Julio César Ferreira Eliziário
2 Gabriel Lucas Soares
9 Nicolas Rodriguez Rodriguez

2. Honda Motofield BMP Team1:37:07.07
24 Marcos de Souza Oliveira
6 Vitor Martins Menino
100 Fernando Alberto Pereira

3. Power Husky Team 1:38:16.04
5 Washington Pereira Silva
3 Nielsen Bueno
38 Thiago Ribeiro Goncalves

4. Box 33 1:40:20.09
4 Bruno Batista Martins
25 Renato Hermann dos Santos
75 Luiz Fernando Urtado Martins

5. Enduro MX 1:41:40.09
26 Renan Bueno da Silva Filho
12 Rodolfo Ripamonti
35 Felipe Lima


A Copa EFX Brasil 2018 é realizada pelo Adrenatrilha Trail Club com o patrocínio da Honda, o co-patrocínio da IMS e o apoio da Motofield, Sig Visual, Tech Ride, Edgers, CrossFit Saúde, Jeri Adventure, Art Vídeo, Colorart e MR Pro.

Fotos
Murillo Ciapirinha  
Mauricio Arruda/Publix  
Nicolaz Rodriguez  
Mauricio Arruda/Publix  
Vinicus Souza  
Mauricio Arruda/Publix  

Deixe seu comentário sobre a notícia

Seu nome/apelido:
Seu comentário:
Digite o que você vê na imagem abaixo: *
   

 
Revista Bike Action
Revista Moto Action